O diamante chamado Antuérpia ou também conhecido Antwerpen.

De fato, quando se pensa na Bélgica, geralmente vem a cabeça, Bruxelas ou Bruges, sendo suas cidades mais famosas.

Contudo hoje lhe convidamos a se apaixonar por Antuérpia, um dos lugares mais populares para se viver na Bélgica, graças à sua beleza, cultura e diversidade.

A saber, a Antuérpia também é a capital mundial dos diamantes: em 2011 a indústria local movimentou mais de 56 bilhões de doláres.

De tal forma que emprega direta e indiretamente cerca de 34.000 pessoas, e cerca de 80% dos diamantes em bruto do mundo e metade dos diamantes em corte do mundo são comercializados em Antuérpia.

Só para exemplificar, há uma milha quadrada em torno da Estação Central, a Diamantkwartier - o distrito de diamantes de Antuérpia, que possui cerca de 380 oficinas e cerca de 3.500 corretores, comerciantes e cortadores de diamantes.

Enfim, não deixe de dar uma olhada nos diamantes com o renomado “AntwerpCut”.




A lenda do Gigante da Antuérpia - Estátua do Brabo


Diz a lenda que na Antuérpia havia um gigante, que cobrava da população um alto valor para atravessar o Rio Scheldt. As pessoas que recusavam pagar, tinham suas mãos cortadas e jogadas no rio.

E foi Brabo, o herói que conseguiu derrotar o gigante. Segundo o folclore, além de matá-lo, Brabo fez o mesmo ritual, assim, cortou as mãos do gigante e as arremessou no rio.


Daí o nome Antwerpen, do holandês "hand" é mão e "werpen" significa arremessar.




Cultura e arquitetura na Antuérpia

A saber, Antuérpia é a segunda cidade mais populosa da Bélgica e também uma das mais culturalmente diversa, tendo um passado cultural bem famoso. Duas de suas figuras mais importantes são Christophe Plantin (famoso humanista e impressor) e Peter Paul Rubens (pintor barroco)

Rubens, especialmente, é conhecido em todo o mundo como um artista altamente distinto, mas poucas pessoas sabem que ele viveu em Antuérpia.


Suas obras podem ser encontradas no Museu Real de Belas Artes (Museu KoninklijkVoor Schone Kunsten Antwerpen), bem como na Catedral de Nossa Senhora da Antuérpia (Onze-Lieve-Vrouwekathedraal) e em muitas outras igrejas de Antuérpia.


Teatro Bourla Foto: Visit Antwerp

Aliás, deixo uma dica, se você quiser apreciar alguns destaques culturais, a Ópera Vlaamse e o Teatro Bourla são os centros de artes cênicas da cidade.

Contudo, se a arquitetura é a sua paixão, os edifícios de Antuérpia vão do gótico ao pós-moderno, tornando a cidade um verdadeiro mimo para os amantes da arquitetura!




Curiosidade: O romance “A Dog of Flanders”, de 1872, cujos personagens principais são Nello e Patrasche, tem como destaques a Catedral de Nossa Senhora e as pinturas de Rubens.





Nello, um garoto órfão, fica amigo de Patrasche, um cão abandonado e visitam a catedral diariamente, onde Nello admira as pinturas de Rubens. Devido aos inúmeros contratempos e dificuldades, a vida de Nello e Patrasche terminam na catedral, onde eles morrem juntos.




Assim, o comovente romance passa uma mensagem de amizade incondicional. A história ficou famosa no Japão, e entidades de lá financiaram a bela escultura da dupla de heróis.




#antuerpia #belgica #diamantesdeantuerpia #bruxelas #bembelga #agenciadeturismo #receptivolocal #chocolatebelga #cervejabelga #bruges

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo